Como fugir da ansiedade na correria do dia-a-dia | ¿o que fica!

Como fugir da ansiedade na correria do dia-a-dia

Eu acho que todo mundo quer fugir da ansiedade… Afinal, quem não sofre de um gralzinho de ansiedade que levante a mão e me conte qual é a mágica. rs

E como junto com a ansiedade sempre rola uma boa dose de stress… eu quero te sugerir essa palestra do TED, da Kelly McGonigal com o tema “Como fazer do stress um amigo”. Ela é ótima e sugere uma abordagem nova e muito inteligente sobre o assunto.

Voltando à fugir da ansiedade…

Primeiro, vamos respirar. Parece meio doido, mas prestar atenção um pouquinho na respiração, ajuda mesmo. Coloca a mão no peito e sente a sua respiração. É a única coisa que você só pode e tem que fazer agora: Respirar. <3

fugir da ansiedade

Tem duas situações principais que nos prejudicam (nós, mães empreendedoras) nesse campo.

Para fugir da Ansiedade pense sobre…

1. Acumular mais tarefas, funções e “obrigações” do que podemos suportar.

Diga não!

Essa é a mensagem principal aqui.

A gente quer se conectar o que a gente faz com o que a gente quer. (do livro “A única coisa”).

Então, primeiro saiba o que você quer, nem que seja lá no fundo, a gente sempre sabe. Em seguida, avalie o que você tem feito. O que estiver desalinhado, elimine! e se sinta bem. 🙂

As demandas surgirão de todos os lados… e a gente, como mulheres e mães, tendemos a aceitá-las. Reconsidere.

Saber que as suas tarefas estão alinhadas com os seus objetivos é muito reconfortante e traz propósito para a sua rotina.

A ansiedade naturalmente reduz, porque você não vive com essa sensação de que deveria estar fazendo outra coisa.

Leia também: Como fazer uma coisa de cada vez e ir até o final (coisas inacabadas também alimentam a ansiedade)

fugir da ansiedade

2. Controlar e monitorar na cabeça um zilhão de coisas 24 horas por dia.

O nome disso pode ser sobrecarga mental, tarefas invisíveis.

O importante é que a gente pode enlouquecer com elas.

É impossível fugir da ansiedade com elas porque a gente não dorme, não relaxa, não se diverte, nem trabalha em paz, sempre tentando lembrar e controlar TUDO.

Pára!

Tira tudo da sua cabeça agora, coloca num papel e organiza isso em listas por contexto.

SE elas realmente precisam ser realizadas, (veja o item 1) você organiza elas conforme o lugar em que elas serão realizadas. E quando você estiver nesse lugar, você vai sacar a sua lista e entrar em ação!

É só isso?!

Não, não é… rs

O próximo passo pode ser: meditar, fazer um exercício físico, comer e dormir melhor…

Mas, eu tenho certeza absoluta de que se você começar com essas duas, todas as outras virão mais facilmente.

Faz e me conta.

bjss

 

Oi!
Eu sou a Maíra!
Mostro o caminho rumo ao tal equilíbrio entre nossos papéis na vida…
Como?! Organizo e ensino a organizar o uso de (quase) tudo que mais importa: seu tempo, sua atenção e o seu espaço.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: