Não, eu não ensino a cuidar de marido

Esses dias eu estava conversando com um amigo sobre o meu trabalho e quando eu terminei, ele me disse rindo: Ah entendi, vc ensina como cuidar da casa, dos filhos e do marido de forma organizada para a mulher ter tempo para trabalhar.
(Queria que tivessem tirado uma foto da minha cara nessa hora rs)
Naquele comentário dele tinha ironia misturada com provocação e mais um zilhão de coisas e foi uma ótima oportunidade pra gente conversar. Eu gosto de ver tudo pelo lado positivo! 🙂
Então, eu tb ri e disse: Não! Eu ensino organização para a minha cliente ter tempo para cuidar do que ELA QUISER e para fazer o que ELA QUISER.
Especificamente no caso de maridos, eles não precisam de cuidados, eles sabem se cuidar muito bem sozinhos.
Já os filhos e a casa não sabem se cuidar sozinhos e são responsabilidade dos adultos.
Por isso os adultos são chamados de responsáveis.
É assim que a gente fala, ó: “Quem são os responsáveis dessas crianças? dessa casa?!”

Eu nunca vi ninguém perguntar “quem é a responsável desse marido?!”

Nós rimos.

cuidar de marido
Ele não é exatamente do tipo de homem que precisa ser cuidado e é um paizão, mas tem ali dentro do peito essa sementinha dessa percepção do papel da mulher.
O nosso papo avançou na análise de estereótipos femininos… Ele analisou como é ruim quando a mulher se coloca no papel da “dona de casa perfeita dos anos 50” mas também é péssimo quando ela renega esse papel a ponto de viver a total falta de qualquer habilidade doméstica.
Humrum…
E como você se coloca nesse cenário?! Eu perguntei.
Ele disse que detesta e evita tarefas domésticas. Que isso é dele e ele sempre foi assim.
E?! Mas, gosta de tudo bonito, organizado, comida boa… Quem não gosta, né?! Eu perguntei de novo.
Ele riu.

Cuidar da casa e da família é parte da vida (de todos)

Tarefas domésticas são parte da vida. É como cuidar e limpar o seu próprio corpo. Você precisa comer, dormir, morar… é parte da vida, é natural. Tem que ser feito. E ta cada vez mais complexo terceirizar pagando alguém pra fazer tudo…
E aí?! Como faz?! Quem faz?!
Ele riu e ficou em silêncio.
Analisar o papel do outro é bem mais fácil né?!
Acontece que algumas mulheres ficam presas nesse silêncio.
O que eu sempre sugiro nesses casos é: responda por ele.
Pode ser que ele não saiba mesmo como se colocar e/ou que ele não queira encarar a mudança que vem por aí.
Então, o que a gente, mulher, pode fazer?
Tenha clareza dos seus objetivos, encontre a sua organização, o seu equilíbrio, comunique-se e entre em ação.
Pode não ser fácil, mas é por isso q a gente precisa falar sobre isso e se apoiar.

Liberdade sem ter que abrir mão de nada

Voltando ao papo, eu disse pra ele que, de forma geral, a minha geração não foi criada para ser dona de casa, mas recebemos mensagens confusas a vida toda e queremos viver a nossa liberdade sem ter que abrir mão de nada.
Isso gera a tendência da sobrecarga.
A gente acaba acumulando tudo, querendo e achando que tem que dar conta de tudo.
Mas o que é esse tudo?!
cuidar de marido
Aí entra a organização. Voltei a explicar pra ele….
Hoje a gente tem que colocar muita luz no que é a nossa verdade, o que a gente quer fazer, e se esforçar para agir de forma coerente na nossa vida e ainda educar as nossas crianças de forma diferente do que a gente aprendeu.
A sociedade já vai se ocupar de fazer bastante confusão, independente do que a gente fizer em casa.
O lindo é que o questionamento está em toda parte.
Eu acho que todo mundo recebeu mensagens confusas, sinceramente. Os meninos também receberam.
Mas e aí?! Isso não muda a realidade hoje.
Cada um é responsável por si e todos são responsáveis pelas crianças e pela casa.
Então, vamos conversar sobre isso com amor e ENTRAR EM AÇÃO pra ajustar o que for preciso.

Falar e agir

Tem que falar e, mais que tudo, tem que fazer o que ta falando para mudar o que precisa ser mudado.
A nossa geração, e isso é mundial, está no meio de um processo muito importante e eu acho que todo mundo ta sabendo disso.
Terminei reforçando pra ele: Eu me organizo para fazer e cuidar do que eu quiser.
O meu relacionamento com o meu marido faz parte da minha vida, eu amo ele, nós compartilhamos uma família, uma casa, uma filha. Escolhemos tudo isso juntos. E eu conto com ele nesse papel, assim como ele conta comigo.
E ensino às minhas clientes a encontrarem a organização delas pra elas fazerem e cuidarem do que elas quiserem.
Você não tem que dar conta de tudo. Por isso, sempre questione, o que você pode facilitar, reduzir ou eliminar para ter mais tempo para o que importa pra você.
Agora, me conta, comenta aí uma coisa que você quer fazer diferente hoje! 🙂
Obs.: Aqui tem um presente pra vc começar a mudar agora duas coisas que tomam muita energia. Baixe esse guia grátis e aprenda a organizar a rotina e as coisas das crianças.

Oi!
Eu sou a Maíra!
Mostro o caminho rumo ao tal equilíbrio entre nossos papéis na vida…
Como?! Organizo e ensino a organizar o uso de (quase) tudo que mais importa: seu tempo, sua atenção e o seu espaço.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: