Viver bem sem empregada doméstica e trabalhar em casa | ¿o que fica!

Viver bem sem empregada doméstica e trabalhar em casa

Essa ideia de Viver bem sem empregada doméstica, no Brasil é uma reflexão interessante e dá um livro.

Na verdade esse livro já existe e eu vou falar sobre ele, em breve.

Eu sou (originalmente) professora de história e pra mim é muito claro que a forma como a gente se organiza como sociedade está diretamente relacionada com a nossa história.

E eu realmente acho que ter isso em mente é muito relevante e esclarecedor.

O presença dessa figura é histórica e cultural, mas fato é que contratar uma empregada doméstica não é condição para ter uma casa limpa, organizada, com comida fresca e com rotina familiar em ordem.

Eu não tenho absolutamente nada contra, em alguns momentos da minha vida, eu mesma já tive ajuda de uma, entretanto, a verdade é que tem sido cada vez mais caro e complexo ter uma empregada doméstica em casa.

Dito isso, o meu objetivo aqui é mostrar que é muito possível viver bem sem empregada doméstica, caso você não possa ou não queira.

Como?

viver bem sem empregada doméstica

Vamos começar pelo básico

 

Todo ser humano é responsável por suprir as próprias necessidades. A não ser que seja criança e precise de adultos para fazer e ensinar.

Se não for o próprio a fazer é porque essas ações estão sendo terceirizadas e delegadas. Ou seja, a obrigação original é de cada um.

A gente divide, compartilha, considera interesses e disponibilidades… e está tudo bem, enquanto todo mundo está bem.

Para ter equilíbrio, centralizar todas as tarefas em uma única pessoa não deve ser uma opção.

Mesmo a empregada doméstica sozinha não tem como concentrar tudo. Alguma coisa vai sair do esperado e não tem como ser diferente.

E se você tiver uma diarista, ela ajuda muito, mas para essa ajuda ser realmente eficaz, também é importante que todo mundo ajude.

 

Para viver bem sem empregada doméstica…

 

As tarefas domésticas não precisam ser sacrificantes, pesadas e demoradas. Isso também é histórico e cultural.

Pra que passar todas as peças de roupa da casa? ou lavar banheiro e cozinha toda semana, usando produtos de limpeza e água em abundância? Pode ser mais simples.

Eu sempre digo que a nossa casa é o cenário da nossa vida e tudo que a gente vive dentro dela importa para o nosso bem-estar.

Cada um do seu jeito, mas se cuidar dela for exaustivo, pode acreditar que a vida vai ser bem mais complicada e cara.

 

Leia também: Como organizar a divisão das tarefas em casa

 

viver bem sem empregada doméstica

Para entrar em ação eu te sugiro cinco passos

1. Envolva todo mundo com muito Diálogo

 

Vamos conversar em família.

O que realmente precisa ser feito? Qual é a disponibilidade sincera de cada um?

Aqui entra um item IMPORTANTÍSSIMO que precisa ser esclarecido: trabalhar em casa é igual a trabalhar fora de casa. O que muda é o ambiente.

Quem trabalha em casa poupa o tempo do trajeto de ir e vir, mas de resto, não é justo simplesmente considerar que quem está em casa tem mais tempo para cuidar da casa.

Se você trabalha em casa, isso deve ser indiscutível pra você ou você vai ser muito prejudicada. As pessoas só vão entender de verdade se você tiver certeza  disso…

Eu vejo muitos casos de mães que decidem empreender, trabalhando de casa. Aí por corte de custos e achando que não precisa mais, porque estará mais em casa, demite a empregada, sem reorganizar a dinâmica da casa…

O que acontece é: sobrecarga, exaustão e resultados ruins no negócio o que reforça todo o ciclo negativo.

Diálogo, empatia, amor e muito mais diálogo. Todo mundo é responsável, cada um tem suas funções e tarefas e ponto final.

Eu sei que isso, na prática, nem sempre é fácil e simples, mas a gente precisa aceitar, acreditar e envolver todo mundo na discussão e readequação do funcionamento da casa.

 

2. Reduza e facilite

 

Pergunte-se SEMPRE:

  • O que precisa ser feito?
  • Pode ser eliminado?
  • Pode ser reduzido?
  • Pode ser dividido?
  • Pode ser facilitado?

Como eu disse, ninguém gosta nem precisa ter um dia obrigatório e super cansativo de trabalho e faxina. Divida as tarefas, facilite tudo e vai ser muito mais simples do que parece.

É importante lembrar que serviços domésticos são muito valorizados em outros países. São muito caros mesmo e a figura da empregada doméstica, como a gente conhece aqui, é muito rara.

A diferença entre a nossa rotina e a deles são os hábitos, a forma como a rotina é construída.

Uma coisa maravilhosa e muito usada nesses lugares, por exemplo, é a máquina de lavar-louça. Eu falei sobre a minha aqui.

Por que será que ela não é tão popular no Brasil?

3. Planeje

 

Uma vez decidido o que será feito, considere quem vai fazer o que e quando vai ser feito.

Antecipe, reduza, congele…

Agende as tarefas, definindo as suas periodicidades. Divida as tarefas ao longo da semana, agenda algumas quinzenais e mensais.

Fazendo um pouco por dia, todo dia um pouco, o trabalho é menor, bem menos cansativo e mais eficaz.

Rotinas ajudam muito. Eu falei sobre isso nesse post: Como eu facilito muito meu dia com rotina matinal e noturna.

Você conhece a metodologia Flylady? É em inglês, mas te dá uma ajuda grande na organização dessas tarefas e rotinas de cuidados com a casa. Vale conhecer.

 

4. Registre e mantenha

 

Use checklists! Elas salvam vidas.

São muito úteis e ajudam a gente a não esquecer nada e ter consistência nas decisões tomadas. Porque uma vez decidido, é preciso fazer sempre.

O pior cenário é o acúmulo, porque ele demanda muito mais esforço para ser solucionado.

Se você precisar de ajuda com a organização da alimentação, que é uma tarefa que, normalmente, toma muito tempo, eu gravei uma áudio aula de 7 minutos explicando o método mais prático e eficaz que eu conheço e uso na minha casa e nos meus projetos.

Baixe grátis a áudio aula de organização da alimentação aqui. 

 

5. Respeite seu tempo de trabalho

 

Se você não fizer, ninguém vai fazer por você. Pode acreditar.

Trabalhar em casa é muito mais desafiador do que parece, mas se você quiser e gostar é maravilhoso.

E dá pra viver bem sem empregada trabalhando em casa. Eu posso te garantir, porque essa é a minha vida.

Precisa de uma mentalidade clara de foco e concentração, sim, mas com organização e persistência você chega lá.

Independência e liberdade é o que a gente mais quer na vida, né?!

Oi!
Eu sou a Maíra!
Mostro o caminho rumo ao tal equilíbrio entre nossos papéis na vida…
Como?! Organizo e ensino a organizar o uso de (quase) tudo que mais importa: seu tempo, sua atenção e o seu espaço.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: