Rotina organizada de mãe de bebê

Como fazer para ter a rotina organizada de mãe de bebê?

Já não sei quantas vezes recebi essa pergunta desde que tive o meu segundo filho. É uma grande mudança, que chega com muuuito amor e muuuito trabalho. Por isso dá pra entender bem essa dúvida…

Quem tem um bebê tem uma única prioridade: o bebê!

Rotina organizada de mãe de bebê

Sim, mas então é impossível fazer qualquer outra coisa sem se perder ou se sobrecarregar? Não!

Essa é a minha vida e eu vou te contar como eu faço…

As crianças

A diferença entre a minha filha mais velha e o bebê é de exatamente 5 anos. Ela é super carinhosa, apaixonada e nada ciumenta. Sobre esse tipo de questão eu não posso falar muito.

Com medo de que isso fosse um problema eu sempre procurei incluir o bebê na vida dela e evitar privá-la da rotina dela. Eu faço isso sempre conversando muito com ela. Deixo claro que somos uma família e que eventualmente precisamos abrir mão de coisas um pelo outro. E que quando ele crescer, negociações serão necessárias. Quando acontece, ela leva numa boa.

Isso é importantíssimo para a organização da minha rotina com um bebê porque no dia-a-dia o meu tempo de atenção só para ela reduziu. Isso é inegável. Ficamos muito juntas, mas o bebê está sempre conosco.

Independência

Eu diria que o impacto mais importante para a Alice é o estímulo à independência dela. Isso já era hábito nosso antes do bebê, mas depois passou a ser necessidade.

Ela come, se veste, toma banho, guarda os brinquedos, faz muita coisa sozinha com supervisão pontual (e eventualmente alguma pressão rs). Ela gosta muito dessa independência que faz muito bem para o desenvolvimento dela.

O Trabalho

Desde quando ele nasceu, final de setembro, eu peguei poucos trabalhos presenciais. Parei tudo no final da gravidez e me planejei para voltar no início do ano. Voltei aos projetos presenciais bem de leve e tenho focado minha energia no meu negócio online.

Você pode saber mais sobre ele aqui na minha loja. 🙂

Isso significa então que, a rotina da Alice corre normal, eu to o tempo todo com o meu bebezinho grudadinho em mim (muito sling e colinho), to no computador o máximo que dá e ficamos todos muito em casa.

Meu marido trabalha fora o dia todo, perto de casa, mas viaja bastante. Divide muita coisa comigo, mas a maior parte do tempo somos só nós três mesmo: Eu, Alice e Tomaz. <3 Sem empregada doméstica, nem babá, Contamos com a ajuda de uma diarista quinzenal de meio período só para passar roupas de trabalho.

A estratégia

Rotina-organizada-de-mãe-de-bebê

Como ficamos muito em casa, isso precisa ser gostoso ou ficaremos todos muito estressados e eu vou surtar. rs

Duas coisas fazem TODA a diferença para que tudo funcione:

  1. Meu computador mora na bancada que temos entre a sala e a cozinha. Fica no meio do caminho e super acessível. Procuro sentar, mas trabalho de pé, com o bebê no colo, sempre que dá.
  2. A rotina noturna começa às 19h. Isso significa que crianças vão para o banho, lanchinho, livrinhos, tv desligada, tudo para desacelerar. Bebê dormindo às 20h00 e Alice às 21h00.

Se estivermos muito cansados, acontece muito de acabarmos ficando na cama com eles. Se não, temos das 21 até umas 23h, um tempo bom de adulto. De um jeito ou de outro esse horário é estratégico pra todo mundo ser feliz. 😀

Raramente acontece, mas é possível que eu aproveite esse tempo para alongar o meu tempo de trabalho e avançar pela madrugada. As noites já são picadas pelo bebê que acorda para mamar ou porque está resfriadinho e fica congestionado, então não me faz bem, piorar o meu sono com trabalho. Se for feito, nunca passo das 2h00 da manhã.

A rotina organizada de mãe de bebê

As crianças acordam em torno de 8h30, o marido ajuda com o café da manhã de todo mundo e organiza a louça na máquina. Normalmente acordo antes disso, mas, quando eu to precisando, descanso um pouco mais.

Eu divido a manhã entre dar atenção pra eles, (brincar, tomar sol, descer para brincar no play, etc) e fazer as atividades do dia da casa. As atividades são basicamente divididas por dia da semana, assim:

  • Segunda – robô na casa toda, cozinha.
  • Terça – Sala, lavar roupas do bebê.
  • Quarta – banheiros e escritório, lavar roupas da Alice.
  • Quinta – Quarto das crianças, lavar roupas dos adultos.
  • Sexta – Meu quarto, lavar lençóis e toalhas dos adultos.
  • Sábado – varanda e feira.

Eu já falei sobre o meu aspirador robô aqui. Clique aqui para ler.

Verdade seja dita, na minha casa as coisas funcionam tão bem porque eu uso máquinas. As principais são a de lavar-louça e o aspirador robô. E claro, a lava roupa, mas essa já é conhecida de todo mundo. 🙂

Eu já falei sobre a máquina de lavar louça aqui. Clique aqui para ler.

Manutenção acima de tudo

Isso é a organização que dá certo. Ela tem que ser o seu sistema e funcionar para você. A gente não perde tempo nem lavando louça, nem limpando o chão. Isso faz muita diferença e nos permite ter o mínimo de ajuda externa. Você pode adaptar para o seu caso adicionando essa ajuda para essas atividades.

Antes de ter o robô, eu falei sobre esses cuidados de forma diferente, aqui. Clique aqui para ler.

Eu não lavo o chão da cozinha nem dos banheiros. Essas tarefas são muito mais culturais do que realmente necessárias. Pode acreditar, a minha casa é muito limpa. 😀 O importante é focar na manutenção.

Outra coisa que eu implementei por aqui foi apenas ter lençóis e toalhas brancos. Jogo tudo junto na máquina com sabão, água sanitária, vinagre e bicarbonato de sódio. Fica branquinho e limpíssimo. Rápido e fácil.

Fim da faxina!

Sabe aquela ideia de deixar acumular a sujeira para eliminar ela de uma vez em um dia exaustivo de faxina?! Aqui não rola assim. É todo dia um pouquinho e tudo sempre limpo e fácil.

A limpeza dos cômodos a cada dia, se limita a levantar alguns móveis, arrastar algumas coisas, tirar o pó, ligar o robô e fechar a porta. Se der tempo, passo o mopi de microfibra com água e Lysoform. Se não, tudo bem, porque o robô vai aspirando e passando o paninho dele deixando o chão bem limpinho.

É tudo muito rápido e prático. Mensalmente eu tenho algumas tarefas mais detalhadas que vão sendo feitas aos poucos, como limpar armários, lavar cortinas e capas, etc.

A prioridade é o bebê

As manhãs

Faço as tarefas da casa de manhã, mas a minha prioridade é sempre o bebê. Colo, mamar, brincar, tomar sol… eu paro tudo e faço. Eu só preciso ficar atenta à hora e deixo a Alice livre para fazer o que ela quiser pela manhã. Até às 11h40 quando ela precisa estar almoçando para às 13h15 nós sairmos para ir pra escola.

Rotina-organizada-de-mãe-de-bebê

Se na hora de sair ele estiver no colinho, coloco ele no sling e vamos. Se estiver de boa, brincando, vamos de carrinho. Normalmente ele não está dormindo essa hora, mas se estiver, podemos ir de carro.

As tardes

Quando eu volto da escola, estamos eu e o bebê, com a organização da casa já adiantada, então eu termino alguma coisa e fico à disposição dele por um tempo. Deixo ele descansar. É o momento que ele costuma dormir um pouco mais e eu consigo trabalhar.

Sento um pouco, tomo um café. Não consigo dormir de tarde, mas pode acontecer em dias mais difíceis. A verdade é que o meu tempo é “cronometrado”. Sim, eu tenho muita coisa pra fazer, mas eu sempre sei o que fazer. E as tarefas cabem na minha rotina de forma que eu não me sinta sobrecarregada nem exausta.

Como eu tenho tudo pré-definido, eu escolho entre poucas opções e isso facilita muito as minhas decisões.

Às 17h30 buscamos ela na escola. Terças e Quintas temos ballet depois da escola. Frequentemente o pai busca na escola ou no ballet. A chegada em casa é baseada na regra das 19h. Ela pode brincar ou ver desenho até essa hora e depois banho e desacelerar!

Ela tem jantado na escola, o que nos dá a liberdade de não ter comida à noite em casa e de almoçar coisas rápidas por saber que o pratinho que ela vai ter na escola será bem completo. Macarrão ou couscous marroquino com legumes, ovo ou franguinho são os preferidos.

Eu já falei sobre organização alimentar e do cardápio várias vezes aqui no blog. Veja mais clicando aqui.

Logo logo, quando o Tomaz começar a comer comidinha isso vai mudar, mas nada que não se encaixe no que já existe.

E dá pra trabalhar?

Assim como nos cuidados com a casa, a base pra funcionar é ter tudo organizado e saber exatamente o que precisa ser feito. SÓ assim eu consigo avançar mesmo tendo apenas intervalos picados de trabalho.

Se a cada vez que eu tiver um tempo para trabalhar eu ainda tiver que pensar no que fazer, eu não consigo fazer nada.

A organização do meu trabalho é o que me deixa trabalhar estando em casa com as crianças, Não basta só ter a casa organizada. Isso é uma informação muito importante pra você, se esse for o seu objetivo.

Por isso, quando eu criei o Equilibre-se, fiz um método que considera tempo, casa e trabalho em um sistema de organização único. Isso faz TODA DIFERENÇA.

Você pode saber mais sobre o Equilibre-se clicando aqui.

Você pode assistir uma aula gratuita que te ensina esse sistema, clicando aqui.

E pode baixar um guia grátis pra te ensinar a organizar o seu dia e acabar com a correria clicando aqui.

Nós estamos entrando no sexto mês e ele ta começando a ficar sentadinho, a se distrair com brinquedos e a amamentação exclusiva em breve vai acabar.

É isso. Essa organização está sempre mudando e eu volto aqui, quando tivermos novidades.

Espero ter ajudado. Fique à vontade para perguntar qualquer coisa.

bjs

Deixe uma resposta

TENHA MAIS TEMPO E ACABE COM A CORRERIA NO SEU DIA

Baixe grátis um passo-a-passo simples para organizar a sua rotina, ganhar tempo e parar de se sentir exausta todos os dias.

Organização para mães empreendedoras
%d blogueiros gostam disto: